Os servidores públicos têm um grande desafio em 2020: conseguir negociar com os governos o reajuste salarial, já que as agendas estão com foco no ajuste fiscal e na reforma administrativa. O EXTRA apurou com o governo federal, e também com o estadual e municipal do Rio a possibilidade de reposição salarial para os servidores do Executivo. O governo federal disse que não há previsão na Lei Orçamentária Anual (LOA).

No Estado do Rio, o secretário de Fazenda, Luiz Claudio Rodrigues de Carvalho também disse, em entrevista concedida em dezembro, que não há expectativa para isso. E na Prefeitura do Rio, a Casa Civil disse, em nota, que até o momento também não tem previsão.